Os limões da tequila. A tinta da caneta. As paginas do livro. E o açucar do café!

Seguidores

Eu vi voce acender um cigarro

Embaixo da placa que dizia “não fume aqui”

Que diferença isso faz quando sua vida esta no fim

Luzes de vitrines brilham nas poças do dia anterior

Olhares indiferentes não podem te ver

E você tem apenas memórias perdidas

Um rosto coberto pela fumaça

Você venderia sua alma pro frio não te atingir essa noite

Ninguém pode sentir como aqueles olhos tristes doem

Aquelas mãos calejadas ninguém vai sentir o quão frias podem ser

E Deus te dará a graça

E o sol da manha ira te aquecer

Vários passos se vão sob seus olhos

Vários rostos sorridentes

E você assiste a tudo nadando em seu silencio

E ninguém vai te ver, enquanto as vitrines forem mais bonitas

E ninguém vai perceber se você for embora

Suas preces tão solitárias

Enquanto suas mãos tremulas imploram ao vão

Me leve pra casa, não me deixe nesse inferno

Sozinho em uma noite de quase inverno

Arrastando em sua miséria, eu vi seus olhos lacrimejarem

Cada dia que você sobrevive, é um dia em que você é forte

Mas a graça virá e o sol te abraçara e ira te aquecer

Espere ate o amanhecer, tudo será negro e tão calmo

E então quando a graça surgir, eu não vou mais sentir a dor nos seus olhos

Não mais


Imobiliarias
Contador grátis

2 Vomite suas palavras aqui :D:

Ana (: disse...

muito lindo amg ^-^

ps: hauahuahua pode deixaar q eu vou criar coragem pra gravar (vou tentar tocar tb) e vou colocaar lá sim, vc me inspira! :D

Beijão

Felipe Braga disse...

Mais uma vez, belíssimo texto.
Parabéns, Suzy.
Gosto muito do jeito que tu escreves.
Beijos.