Os limões da tequila. A tinta da caneta. As paginas do livro. E o açucar do café!

Seguidores

Isso é sobre um amigo que sempre foi calmo, extremamente educado, ligado a familia. Um dia, se entupiu de drogas, foi até o quarto do pai que dormia, e o matou com uma facada no coração, dizendo que precisava matar o capeta no corpo do pai. ( Efeito causado por alucinogenos ). Ele tem 19 anos e esta preso. Escrevi isso, como se eu estivesse realmente falando isso pra ele, não penso em mostrar-lhe, seria perturbador demais.

Você era só um garoto

Vivendo toda juventude e esplendor

Quando ninguém acreditou no que você se tornou

Como você convive com sua vida olhando pelo lado de trás?

Suas lagrimas vão cair tão frias mesmo que o sangue

Bata forte em suas veias

Quando o efeito passa

A vida se torna real

Você pode manter o controle agora?

Garoto você foi tão longe em nome do ilusório

Seu amor escorreu das mãos a lamina até tocar o chão

Você viu o desespero naqueles olhos?

Como será daqui pra frente?

Você não tem muito espaço pra correr

Você não tem desculpas pra mentir

Você não tem um próximo passo a dar

Elas te sugaram até o fim

Descanse sua cabeça se você ainda puder dormir

O mal esta feito e a raiz foi arrancada

Mamãe esta chorando em silencio

E você não pode enxugar as lagrimas dela


E você vai orar pra que ele esteja em um bom lugar

E você pode se arremessar nessas quatro paredes

Mas não pode tirar esse peso das costas

Você esta implorando por aquele perdão

Você esta sozinho agora

Mas eles estão em casa chorando e sangrando

Pelo sangue em suas mãos


Existem coisas que nunca voltam

E coisas que nunca morrem

E você tem as duas em cada palma

Mamãe não quer acreditar

Mas só você sabe o peso que a verdade carrega

Você não pode ao menos dizer sinto muito,

Porque não, você não sente

Você tinha tudo, mas agora você não é nada

Esses corredores querem te engolir

E mesmo que o tempo cicatrize as feridas

Você sempre vai andar com um rastro de sangue preso aos pés.


Imobiliarias
Contador grátis

4 Vomite suas palavras aqui :D:

Felipe Braga disse...

Suzy, que dor.
É triste, mas escritores sabem lidar muito bem com a tristeza. Duvida?
Teu texto é uma prova disso.
Beijos.

Kakah* disse...

Oláá...
A tristeza nos revela o lado para escrever.
Eu quando estou triste escrevo melhor do que o normal! *Que doido néé! Não sei se é seu caso, mas o meu é assim! :)
Bom, Acho que ficamos mais emocionais...
Ahh, gostei muito!

Bjinhuss

1 Lênin 1 Blog! disse...

cool 8)

. débora disse...

nossa que triste... ;~
continuo a dizer que seus textos ainda vão ser músicas(:
sempre que os leio parece que as palavras estão cantando pra mim, é uma sensação estranha, só seus textos fazem isso comigo!
:*