Os limões da tequila. A tinta da caneta. As paginas do livro. E o açucar do café!

Seguidores

nasci de oito meses.entrei um ano atrasada.pulei os prés pq eu ja sabia ler, escrever e fazer contas simples. pulei o primeiro ano pq ja sabia mais que eles. decidi aos sete que seria cantora. nao contei pra ngn. passava mais tempo na diretoria do que na sala de aula. meus professores me chamavam de alien pelos cabelos coloridos. levei um soco no braço de um garoto. bati nele devolta e tirei sangue. ja joguei cadernos em professores. bebi ao ponto de não conseguir andar. desmaiei. dormi encima do meu proprio vomito. as vezes eu mesmo me causo vergonha. cachorros lamberam minha boca. vomitei na frente do lugar mais badalado da cidade quando estava lotado. cortei a testa num acidente de carro e quase perdi o olho direito. continuei cantando e ensaiando sem ngn saber. namorei e trai. pixei o muro da escola com os nomes e xingamentos das pessoas que eu mais odiava ali. até hoje eles não sabem que fui eu. os que sabem nao tem provas. fiz outros serem tachados de culpados enquanto eu ria. sempre tentei ajudar demais e me fodia. me fuderam aos 15. sangrou. mas não dueu. descobri o que era boquete na minha festa de 14. meu primeiro porre foi de conhaque. não confio nas pessoas. menti para nao ferrer alguem. me perdi na minha propria cidade. sai de casa aos 16. voltei. achei que amei imensamente alguem que nunca vou tocar. achei que sabia falar de amor. fiz pacto de sangue com meu melhor amigo. choramos ao telefone quando ele foi embora. ele ja tirou cervejas da minha mao. minha mae ja me pego no meio de uma transa. minha irma tbm. ja me excite vendo cenas de serial killers. tenho vicio em livros. tequila é a melhor bebida. eu continuei cantando. a garota que eu briquei na infancia, que nao podiamos nos ver q saiamos na porrada, hoje faz parte da minha banda. comecei a escrever aos 12. decidi que cantaria minhas musicas. nao contei a ngn. gritei tanto que perdi total a voz. escrevi cartas de amor que nunca mandei. gosto de tirar fotos puta. ja ganhei bolsa de estudos pelas coisas que escrevi. tomava remedios pra me controlar e frequentava psicologos. me viciei nos remedios. tiraram eles de mim. tentei me matar aos 15. minha mae acordou antes. fugi de casa e peguei carona pra poder tocar. dormi quase 2 dias por excesso de medicamentos. ngn me prende. a liberdade é mais importante que o pão. sou uma pecadora e eu gosto disso. resumo minha vida pq releases me fazem rir agora. e eu, continuo cantando. agora eles sabem.
Imobiliarias
Contador grátis

5 Vomite suas palavras aqui :D:

Mariana Andrade. disse...

foda teu texto.
apenas.

Glen Pace disse...

Posso dizer que já fiz algumas coisas que você cita aí, mas nunca consegui exprimir essas coisas de forma tão resumida e direta, como você fez.
Vida intensa hein? :}

Felipe Braga disse...

Nossa, Suzy, aventuras...

Sabe, Suzy? Você é uma pessoa que gostaria de conhecer pessoalmente. haha

Beijos.

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Adorei!

Kakah* disse...

Oláá...
Que emocionante...
Sua memórias em linhas tão curtos que dar anseio de ler mais...
adoreii!
Bjinhus
espero que tenha ainda mais aventuras! ^^