Os limões da tequila. A tinta da caneta. As paginas do livro. E o açucar do café!

Seguidores

A vista é mais bonita da roda gigante.

Ola mamiferos mutantes. Sumi e estou de volta

Fiquei doente, sem pc, sem emprego, sem crédito e quase sem contato com o namorado, o que é a parte mais dramatica e triste. BUT, I'm here. :D

Eu to ficando com uma preguiça desse blog, como eu fico com preguiça da maioria das coisas e pessoas, sim, eu tenho preguiça delas. Eu me interesso por algo, me empenho ao maximo por aquilo e depois se vai, esqueço por um tempo e depois volto a gostar. A diferença entre a preguiça das coisas e preguiça das pessoas, é que das pessoas eu não volto a gostar, o que dependendo do ponto de vista é algo legal, porque estou sempre reciclando meu seleto e pequeno grupo de contatos temporarios, porem, de qualquer forma é sempre bom manter uns poucos e bons. Pratico muito o desapego, mesmo que seja involuntariamente, o que tbm tecnicamente é bom, por nao me tornar materialista.

Bem, aqui é onde a gente vai pra parte nostalgica, e acreditem, eu adoro isso.

É incrivel o fato de como a vida se transforma e se recicla a cada amanhecer, de como ela puxa o seu tapete ou lhe da um par de calçados novos a cada mudança de lugar dos ponteiros do relogio, ou o modo como é simples o jeito como ela revela toda sua beleza, num fim de tarde de um dia exaustivo e estressante em qe vc se irrita por estar preso no transito e querer chegar logo em casa, e de repente voce sorri porque viu uma criança brincando e correndo toda serelepe na calçada. As pessoas passam a vida correndo, e perdem o sentido de observar, de olhar ao redor, quando o dia lhe acorda sorrindo e lhe mostrando toda sua beleza, ninguem para, pra observar as nuances de cor de um dia amanhecendo, elas olham o quanto tem que correr pelo dia ja estar refletindo e cortando as frestas pela janela. As pessoas correm pra tudo, que muitas vezes esquecem onde devem parar, onde é o ponto de chegada, e muitas não se perguntam " pra quê ". É estranho o modo como as pessoas deixam aquilo que estão em suas mãos, aquilo que elas podem controlar, lhes consumir, e se transformarem em algo maior do que elas.
O pior de tudo é que elas nunca percebem que não importa o quanto voce corra, nao importa o quanto vc se mate por algo, se isso nao puder lhe trazer ao menos um sorriso ao dia, bem, tudo esta indo em vão, nada vale a pena, e tudo perde seu valor.


".. vou voltar para o meu sofá, para minha desonra, miseria e preguiça, muita preguiça. "

Um beijo de sorvete de abacaxi com vinho.

6 Vomite suas palavras aqui :D:

Camila . disse...

Vim retribuir e agradece o comentário no PAPEL 40 KG

http://papel40kg.blogspot.com/
(Antigo TEORIA DO PLAYMOBIL)

ღ Sensitivity ღ disse...

Para continuar com o Blog vou dizer como eu montei o meu:
- O layout eu peguei nesse site (é só encomendar http://cute-bloglayouts.blogspot.com/);
- As imagens do meu blog eu busco nesse site http://weheartit.com/);
- Cabeçalho eu fiz nesse site http://www.scrapblog.com/ e as outras imagens também.
Essas são as dicas que eu posso te oferecer. Solta a criatividade.
Qualquer dúvida só entrar em contato. Beijinhos.

Jim Carbonera disse...

tb sou um tanto preguiçoso com meus afazeres hehehe

E a graça da vida é essa, o desconhecido, é a cada momento e a cada escolha nossa acontecer algo que nao esperavamos, seja boa ou ruim!

E tem gente q se cansa dela, vai entender!

Beijao

http://www.estilodistinto.com/

Lou Albergaria disse...

Saudade desse seu jeito doido de escrever. O mais dramático mesmo é ficar longe do namorado.

Beijos!

Janaína Pupo disse...

Eu sofro desta preguiça as vezes também...
Beijos!

Niko disse...

Praticar o desapego das coisas e das pessoas é bom. Pois quando deixarmos esta dimensão, somente a sabedoria levaremos.
A não ser que você mate seus amigos juntos :D HUSAHASHIUSAHI